6.10.09

Sesimbra e o Mar

Pensava eu ter já corrido em Sesimbra há muito tempo mas, quando reparei na prova e no local em si, verifiquei que nunca lá tinha estado. Afinal tinha corrido sim em Sesimbra mas foi Cabo Espichel/Cotovia (16,5km –1h05’29’’) no longínquo ano de 1994.


Compenetração total


Foi o reencontro com vários companheiros da blogosfera, António Almeida e o José Magro. A ternurenta Joaquina Flores, os companheiros do CCD Joaquim Adelino e Carlos Gadunha e outros que de outras corridas, se vai conhecendo, aumentando o leque dos que à passagem, se vai dando o olá ou incentivando.


Em fase de aguardar o tiro de partida


Quando nunca se fez uma determinada prova, pergunta-se aos conhecidos quais as dificuldades da mesma. É pá, esta prova é fácil, uma “subidita” aqui e ali, depois uma primeira volta curta, volta-se a fazer o mesmo percurso, vai-se a seguir até ao farol e depois “finish”.

Só que quem sobe e desce na ida, na vinda tem que subir o que desceu e descer o que subiu (elementar, meu caro Watson), isto quatro vezes. Claro que a falar é só uma “subidita”, mas quando toca a correr as mesmas tornam-se umas “subidonas”, lá se vai a pedalada inicial e o que parecia fácil torna-se depois num cabo dos trabalhos para completar a prova.

Assim sucedeu. Feito o arranque lá vou eu em boa passada. Nos que estavam já em retorno vou vendo os rostos dos companheiros e excepto o António Almeida, não vejo mais nenhuma cara conhecida. Bom sinal. Mas foi um bom sinal de pouca dura. Na segunda volta já os rostos de retorno eram muito conhecidos o que significava que já tinha dado o que tinha a dar e quem dá o que tem a mais não é obrigado.

Como estava a contar com 10000 metros e aquilo parecia que nunca mais acabava, lá pensei eu com os meus botões, isto deve ter 10 km contados a “pedómetro” e como sabemos que cada um tem os pés que tem, só podia ter sido um anão. Resultado, tinha mais umas centenas e picos de metros. Mas tudo bem, os metros a mais foram para todos, mas mais uma vez se pede um pouco mais de cuidado com as medições do percurso, ainda por cima a cargo de uma organização consagrada no meio do atletismo.


Em fase de...nunca mais isto acaba!


Valeu pelo passeio, pelo percurso, pelo banho retemperador... no mar, mesmo com o tempo encoberto e uma chuvinha miudinha foram uns bons mergulhos, e do bom peixe comido no “Lobo do Mar” (passe a publicidade).


Saindo refrescado e salgado.


Depois a chuva caiu mais forte, as pessoas esquecem que com o piso molhado, o cuidado tem que ser redobrado, a condução mais cuidada e logo vimos ali um acidente em que teve que vir o 112 para assistir uma pessoa ferida.

Já a caminho de casa, outro acidente, este mais grave, envolvendo várias viaturas. Uns correm com as pernas à velocidade que elas lhe dão em todas as variantes de tempo, outros correm com os carros em tempo propício a correrem só, àquelas velocidades, na playstation.

Mas é o país e o povo que temos.

Tempo oficial: 51'53''


Fotos: Mário Lima e mulher

Dicas:


Zona de pulsações para treinos.
1. Subtrair a idade de 220.
2. Multiplicar o resultado por 0,6 (60%) e obtemos o valor mínimo de pulsações.
3. Multiplicar o resultado de 1 por 0,85 (85%) e teremos o valor máximo de pulsações.
A zona ideal para treino situar-se-á entre o valor obtido entre 2 e 3.

7 comentários:

joaquim adelino disse...

Olá amigo Mário.
Foi bom voltar a ver-te e também à tua mulher, mas depois perdi-te de vista. Também tive de abalar mais depressa devido a um telefonema que recebi. Nada de mal.
Lá me deste uma banhada, é assim mesmo, as coisas para ti estão a voltar à normalidade e isso é muito bom.
As fótos estão bonitas, mesmo num dia cinzento.
Abraço.

António Almeida disse...

Olá Mário
foi um prazer ver-te, antes e depois da prova, mas especialmente durante a mesma pois fui vendo pela tua corrida que estás a subir de forma.

Parabéns pela prova e por mais um belo relato com fotos muito boas de Sesimbra.

Continuação de bons treinos (sem lesões).

Até breve.
Abraço.

Fábio Pio Dias disse...

Olá amigo "Marius"!

Apesar dos metros à mais da conta que a Organização acrescentou, como disse a nível individual valeu pelo passeio, percurso e foi uma óptima corrida,pelo menos não está a ressentir-se da lesão e voltou a estar na companhia dos amigos, só por isso já valeu a pena o empenho e entrega de ter feito esta prova.

Achei curioso, afinal não sou o único, pois também tenho este hábito de perguntar a conhecidos as dificuldades, quando vou fazer pela primeira vez uma prova, no meu entender, acho extremamante importante conhecer o percurso deste modo consegue-se dosear melhor o esforço e tempo.

Gostei da foto em que aparece a correr como um miúdo, com a pala do boné ao contrário.

Quanto ao banho do mar, estarei enganado ou será uma dica para retemperar ehehehhe!

Relativamente aos automobilistas, infelizmente é a cultura/incultura de pensar que quem conduz com velocidade é bom condutor, ou então colar-se na traseira de outros carros e será que também não existe a noção que as primeiras chuvas e o óleo na estrada há mais acidentes? enfim são os verdadeiros artistas de circo!

Um abraço frateno até um próximo encontro!

JOSÉ LOPES disse...

Parabéns pela prova

Belas fotos

Já participei nessa corrida.

É uma prova com uma parte do percurso muito agradável, quando se vai ao farol, sempre junto ao mar.

Tem aquela subida que quando já estamos cansados é complicada.


Continuação de bons treinos e boas corridas

J.Lopes

Pascoalita disse...

ahahahah se me tivesses chamado, podes crer que te ganhava ... seria a primeira a sentar-me no restaurante eheheh

hummm peixinho grelhado em Sesimbra é sempre divinal. Como diz o outro, "já fui feliz em Sesimbra" e podia ter sido bem mais se não me tivessem condicionado a adolescência (a velha ideia do "pecado" eheheh)

Já tenho saudades de lá ir

jinhos

Joaquim Patrício Ferreira disse...

Caro Mário Lima!
Visitei o seu Blogue e além de excelente aspecto gráfico, as "crónicas" estão bem escritas, mas acima de tudo, tem um "fundo musical" Soberbo, depois deste comentário, vai ficar on-line até me cansar (não vai ser fácil) de ouvir esta música Latino-America, que me lembra Rep.Dominicana, ou Cuba (também já fui feliz em Habana) eh eh eh

Sesimbra foi uma boa opção, eu devia ter optado por essa Prova, em vez da Corrida da Vasco da Gama.

Um abraço e Boas Corridas!

Parabéns pelo Blogue!

Anónimo disse...

Muito bom post.