29.12.09

Assim vale a pena correr!

S. Silvestre


Durante os quase 20 anos que levo de corridas já participei em muitas S. Silvestres, onde corri com espírito competitivo. Mas a melhor S. Silvestre estaria guardada para uma fase em que eu já não espero nada a não ser pelo convívio e desfrutar o ambiente que envolve as provas em que agora participo.

Esta S. Silvestre do "El Corte Inglés", ultrapassou tudo o que até agora tinha imaginado em provas deste tipo nesta altura do ano. Fez-me lembrar a Meia-Maratona de Sevilha com as ruas todas engalanadas, um ambiente festivo e muita gente na rua. Como é de calcular o CCD de Loures não podia faltar a esta prova e aqui estámos nós no Largo do Carmo, lugar histórico onde Salgueiro Maia fez cair o regime.

CCD Loures
Foto: Adriano

O tempo, embora fresco, estava óptimo para a prova e depois de um aquecimento percorrendo aquelas ruas iluminadas do Rossio, há que aguardar pelo tiro de partida. Havia uma guerra de sexos, mas como aquela não era a minha guerra, fiquei a conversar com o Joaquim Ferreira e com mais alguns elementos da equipa do CUN Boston.

Dada a partida lá vou eu em passo de tartaruga pois como os participantes eram muitos não dava para mais já que tinha partido detrás do pelotão.

Junto ao Teatro Nacional D. Maria II, ouço alguém a chamar por mim, era a Isabel (esposa do António Almeida) a "nossa" fotógrafa de serviço que de máquina ajustada lá me tirou uma foto para a posteridade (soube que a filha, a pequena Vitória tinha participado na prova da pequenada e que temos uma boa futura atleta).

Teatro D. Maria II
Foto: Isabel Almeida

Juntamente com o amigo Joaquim Adelino, a Susan e a Mariana (esposa e filha do Luís Mota) fomos em franco convívio percorrendo o percurso excelente (embora em certos locais muito afunilado devido às obras de Santa Engrácia que a zona ribeirinha se transformou) e em plena prova fomos tirando fotos uns aos outros com a máquina fotográfica que o Adelino tinha levado.

Foto: Joaquim Adelino

Depois da primeira ida até ao Cais do Sodré, nova passagem pelo Rossio, e todos nós à procura da Isabel, dizia eu que ela se encontrava junto a Teatro mas desta vez estava no lado contrário e mais uma foto desta vez ao grupo.

Joaquim, Mariana, eu e Susan - Foto: Isabel Almeida

Na subida da Avª da Liberdade, sentindo-me bem (durante todo o dia sentia-me mal, talvez dos excessos do Natal) deixei o grupo e fui lançado que nem um "foguete".

Fui vendo as caras conhecidas, O Fernando Faria, o Hamilton, o Gilberto, o Fábio Dias e... mais ninguém!!! Devem ter ido de TGV.

A chegada foi cinco estrelas. Tendo parado logo após a passagem do insuflável (lembrando-me do que tinha acontecido no g.p.de Natal) logo um elemento da organização se aproximou dizendo que mais à frente tínhamos espaço suficiente, e assim foi... Impecável.

Não deu para conviver com os amigos, pois quem vai em carro alheio tem que se cingir às condições estipuladas pelo condutor mas ainda deu para dar um abraço ao Vítor Veloso.

Parabéns à organização, assim vale a pena correr!

9 comentários:

Polibio Robim disse...

Olá Mário! Grande corrida essa, agora com gente competente na organização!Pensa atribuir um louvor de distinção a quem merece!hehehe.Pois estava a ver a página da 2044ªCmds e fiquei apaixonado pelo hino Comando cantado,não sei como conseguiste isso,o certo é que eu gostaria de ver na minha página.Como conseguir!?Vê lá o que podes fazer!És um mestre dos sits...Boas corridas para aí,que cá o meu andamento é mais lento...ao som do Let Kiss!Um grande Abraço.

Mário Lima disse...

Polibio Robim

Com essa do Let Kiss, que tantas vezes nos Comandos corremos ao som dessa música e que durante muitos anos fez parte da música da minha imaginação quando comecei a praticar de novo Atletismo, é que me tramaste.

Recordei agora os bons tempos do Centro de Intrução dos Comandos, os companheiros dessa altura, o ambiente de camaradagem e veio-me cá uma nostalgia que nem contado.

Outros tempos, outras vivências, um carinho muito especial por quem como nós dizia em voz bem alta Mamae Sume, A Sorte Protege os Audazes!

Um Bem-Haja e Bom Ano para ti e para os teus.

luis mota disse...

Amigo Mário!
Dá gosto correr em provas como esta e com companhia como a do grupo que fez parte.
Este espírito de amizade é o melhor que levamos das provas em que marcamos presença.
Gostaria de ter estado consigo, fico contente de saber que esteve com a minha família.
Uma bom ano para si e para os seus familiares,
Família Mota

Pedro Ferreira disse...

Isto sim, é uma prova!
Que o próximo ano traga mais assim!

Fábio Pio Dias disse...

Olá Mário!

Também gostei da prova, e se o amigo Mário diz que foi das melhores que participou nesta época do ano...no comments!

Amanhã irei a S.S.Olivais, para relaxar assim como a S.S.Amadora pois dizem que é única, estradas completamante cortadas e cerca de 70.000 pessoas? Irei ver in-loco se o joelho que ainda doí não falhar.

Passei aqui também para desejar-lhe um próspero 2010 para si e todos os seus familiares e amigos.

Um abraço!

Joaquim Ferreira disse...

Olá Amigo Mário!

Mais uma Corrida, mais 2 voltinhas, e pelo que vejo, a "coisa" correu bem! Sabes quando se corre por gosto, é isso mesmo que aconteçe!

E depois, com os fotógrafos a "atropelarem-se" para te fazer um "boneco" é ainda mais motivador eh eh

Parabéns pela Prova!

Um Abraço e tudo de Bom para2010, onde nos veremos por aí, em mais umas Corridas.

JOSÉ LOPES disse...

Olá Mário

Também gostei da organização desta prova e com a iluminação do Natal ainda se torna mais espectacular

O percurso poderia ser ligeiramente melhorado , sem ter que passar pela Avenida da Liberdade.( mais plano)

Renovo aqui (já deixei algumas palavras lá no meu blog) o desejo de um bom ano de de 2010 na companhia da família e amigos.

E que o próximo ano haja muita saúde para continuarmos a percorrer essas estradas.

Com os cumprimentos
J.Lopes

Vitor Veloso disse...

Olá Mário,
Que belo fim de tarde no Rossio e arredores, bonita moldura humana. Se continua assim para o ano, que se cuidem!!!
Que agradável reencontro, no meio de tanta gente ainda conseguimos trocar breves palavras, sempre um prazer. Que excelente turma com quem correu, boa companhia.
Amanha em principio, Olivais!!
Excelente 2010, tudo de bom.
Grande abraço

joaquim adelino disse...

Olá Mário.
Ainda assim prefiro o lema: Que Nunca por Vencidos se Conheçam e acho que até te ficava bem adoptá-lo, este lema não nos deixa cair no desânimo e essa de dizeres que já não estás para grandes tiradas é mesmo para esquecer. Ao longo do próximo Ano vais ter-me à perna já que existem planos para mim e não quero cumpri-los sem a tua companhia.
Um abraço e até logo.