30.5.11

Entre Serra e Mar



No ano passado, devido a lesão na 'Geira Romana', fiz a caminhada. Mas ficou assente que, caso houvesse prova este ano, iria fazer os 13 km pelo que tinha ouvido falar.

Naturalmente que me tentei informar quais as caraterísticas da prova junto a quem já a tinha feito e tudo indiciava que era uma prova do 'Camandro, do Catano e do Caneco', parafraseando aqui o José Brito responsável dos 'Trilhos de Almourol'.

Para além da passagem por um ribeiro, túnel e tudo o mais, havia uma 'parede' de 250 metros que quase só se subia de gatas.

Pensei não levar a máquina fotográfica pois se ia rastejar como na tropa, a máquina seria um empecilho. Mas já agora queria tirar uma foto a quem fosse à minha frente para aqui ficar como exemplo da dureza da prova.

Afinal...

Prova começada e trilhos dentro do que por mim é já conhecido. A passagem pelo túnel é lindíssima com os archotes ali a alumiar o caminho. O terreno apresentava-se enlameado o que é normal depois das chuvadas que têm caído.

Foto:Mário Lima

Depois foi o máximo. O subir à serra, e ver o mar ali tão perto. Magníficas paisagens.

Foto:Carlos Coelho

... E veio a tal 'parede'. Não vi ninguém de gatas. O normal dentro das subidas de serra, quando não se pode correr anda-se e após a subida... desce-se (elementar meu caro Watson).

Foto:Mário Lima

Aqui e ali um terreno mais técnico, umas passagens também muito bonitas pelo meio da vegetação e acaba-se em beleza.

Foto:Mário Lima

Demorei 1h 24' 41'' a completar os 13 km (o panfleto da Organização refere 15 km, mas é km a mais) não pela dificuldade mas sim devido às paragens normais para as fotos. Uma prova que recomendo vivamente a todos os que gostam de Serra e Mar.

Foto:Mário Lima


O convívio final com os amigos e... até para o ano!

5 comentários:

luis mota disse...

Amigo Mário!
Depois de ter feito a caminhada, na edição anterior, este ano do 13 lá teve de efectuar os “13 Km do Guincho”. É mesmo sina, caro Amigo!
Agora para o contrariar vamos correr os 15 de Peniche e dar um “pontapé nesse malvado 13”.
Já o tinha dito ao Pára repito agora ao Comando.
Nas provas e nos convívios, que tenho participado, tenho-me lembrado e sentido muito a falta da vossa companhia… das vossas palavras. Gostaria de vos rever.
Grande abraço,
Luís mota

ana paula pinto disse...

Fotos lindas, Mário...

deve ser mesmo uma prova magnífica!

Parabéns!

(ah! e como sempre, muto boa música, por aqui:-))

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

vim do "último Km" e foi assim que cheguei aqui agora. Quase que fico convencida. e se isso não digo porque falta muito, pelo menos fiquei com muita vontade de ir. tenho a certeza que será de meu agrado

Beijinho Mário

JAM disse...

Amigo Márius, mais uma prova em que participas repleta de belezas paisagísticas...mesmo a contento. Esta poderia ter sido a minha primeira corrida de montanha, ainda por cima numa zona que conheço e onde já caminhei, mas infelizmente por motivos particulares, não pude participar. Fica para o ano...se for possível. Domingo vou à Corrida do Oriente. Um abraço!

Jorge Branco disse...

Adoro esta prova mas este falhei com muita pena minha!
Os 15 quilómetros era porque a prova esteve para subir até à Peninha mas por um motivo que desconheço (algum problema de ordem técnica?) abortaram isso e a prova ficou igual ao ano passado.