15.7.11

O Último Treino!


Se fores ao Alentejo

Hoje foi o último treino para a UMA. Durante duas semanas tentei dar o máximo para que a prova me corra de feição pois para quem trabalha em horários incómodos, só poderá, por muito que treine, fazer o mínimo na prova dando o máximo nos treinos.

A pensar na UMA, meti uma semana de férias pois o horário de trabalho (noite) era incompatível com uma possível prestação do meu agrado pois quero fazer esta prova, no máximo, em seis horas.

Quem me lê poderá pensar que esta prova é de outro mundo, não é! Pode-se levar mais tempo a fazê-la mas é acessível. Parafraseando a minha 'madrinha' Otília (CLAC Entroncamento) em Terras de Sicó, quando pela primeira vez me embrenhei neste tipo de provas, me disse:

«A andar também se corre»


... e muito andei o ano passado quando fiz esta prova da UMA!

A prova que mais tive dificuldade em acabar foi a mesma; 'Os Trilhos de Almourol', tanto em 2010 como em 2011. Foram 40 e tal quilómetros bem penosos. Se da primeira foi o lamaçal escorregadio, poças, um nunca mais acabar, da segunda foram as subidas agressivas, o corpo a pedir para parar mas avançar sempre... e sempre, até acabar quando muitos já tinham ficado pelo caminho.

Hoje foi o último treino na Costa. Um treino só para acalmar o espírito, ver as gaivotas que não levantaram voo, tão molengas estavam.

Agora há que preparar tudo e não deixar nada ao acaso.

A minha 'limonada' terá que ser feita pois foi ela que me 'salvou' o ano passado depois de tantas horas no areal de Melides/Tróia. Um litro e meio de água, um pouco de sal, sumo de meio limão e um pouco de açúcar e está feita. Na cintura um recipiente com os mesmos ingredientes mas com pouca água tal como o fiz no ano passado.

Marmelada não vai faltar, assim como as bananas (podemos, em curto espaço de tempo, morrer de sede mas nunca de fome, mas o português já se sabe como é, vive para comer).

Em Almourol, curiosamente, junto ao Castelo de Almourol, apetecia-me pão. Havia lá bolos, cerveja, mas eu queria pão. Na prova seguinte, 30 km Vale de Barris, levei pão, não o comi. Agora vou levar uma fatia, nunca se sabe se fico de desejos.



Como já o disse, aos 28,5 (Comporta) deixo lá os ténis, (não vale a pena levar polainas pois o mar quando entra no ténis não há polainas que nos salve da areia que com a água se infiltra). A seguir continuo de meias (as meias serão grossas) e a pouco menos de 5 km do fim, será descalço. Já testei em 21 km e deu resultado (fiz um treino de 35 km descalço e correu tudo bem, falei com o 'sapateiro' da Analice, que corre descalça, e Ele ajudou-me).

A última refeição no Sábado será esparguete (pode ser à bolonhesa ou à portuguesa, o importante são os hidratos de carbono) e de madrugada será o mesmo que sempre foi, um 'abatanado', um queque ou uma sandes de queijo com marmelada, uma banana e depois ala para Setúbal para apanhar o barco para Tróia.

Para quem me lê (amigo Paiva do Porto, esta é para ti que te vais estrear), pode aqui tirar algumas ilações, mas nunca tomar isto à letra pois cada um de nós é um caso.

Há algo que não está aqui nem estará em lado nenhum, é a nossa vontade indómita de vencer os obstáculos. «Desistir é a última das opções», diz o Brito marido da Otília, e seguindo o que este simpático casal diz remato com a frase do amigo Luís Parro:

«Raider que é Raider não come mel, come as abelhas!»


Vamos a ela (UMA) carago!

7 comentários:

FERNANDO PAIVA SANTOS disse...

Amigo Mário Lima:
Foi com muita atenção, interesse e entusiasmo que li o teu artigo. Se é certo que vai ser a minha estreia absoluta na areia, e sabendo a dificuldade que irei enfrentar, a verdade é que não estou assim tão "assustado". Tenho é muito respeito por tudo quanto seja maratonas. Nas 20 que já fiz (em estrada)e no que diz respeito à alimentação também não fujo à regra, isto é, a massa é o meu "refúgio" alimentar. Por acaso eu até gosto de massa!!!.O resto se verá. Domingo encontramo-nos às 6,20 no barco para Tróia. Um grande abraço. Fernando Paiva

António Almeida disse...

Companheiro
estás a levar esta UMA a sério ou é impressão minha?
Será uma prova histórica e nós vamos lá estar essa é que essa.
Boa recta final para Melides.
Abraço.

Mário Lima disse...

Fernando

Para quem já fez 20 Maratonas de estrada (eu só fiz quatro), esta é mais uma. Num piso diferente mas, com maior ou menor dificuldade e as condições da maré e areia e o nosso próprio peso (O Eusébio, o campeão da UMA. é um caso à parte pois treina sempre em areia solta e é um peso-pluma) irão definir a nossa prestação em questão de tempo. De resto é só começar e acabar.

António

Olá companheiro. O problema são os turnos (esta seria mais uma de noite), ter vindo de férias sem grandes treinos (pelo menos em termos de quilometragem) e como pretendo fazer a prova em menos uma hora e quarenta e sete minutos que o ano passado, lá teria que dedicar um pouco do meu tempo a um treino mais intenso.

Se nada houver em contrário no fim vamos todos a um bom mergulho em Tróia. Vamos a ver se aparece alguma sereia para ver se o seu canto nos encanta!

:))

Abraços!

Josué Lima disse...

Olá mano,
mais uma prova das duras no teu calendário desportivo. Pelo que li em ambas as crónicas estou como diz o Almeida ..."é impressão minha ou estás a levar este ano a prova mais a sério" !?. Por aquilo que escreves é obvio que a estás a encarar com outra filosofia pois pretender tirar 1H47' ao tempo do ano passado. Mas como também escreves "desistir é a última das opções" e nesse aspecto nem o canto da sereia te fairia desviar do teu objectivo. Boa prova para ti e para todos. O Paiva lá irá estar e como homem do Norte e habituado a maratonas, pese esta prova tenha carecteristicas profundamente diferentes, não deixa de ser uma prova e carago, penso eu carago, que ele irá cumprir.
Abração.

JoaoLima disse...

Força amigo Mário, tudo a correr pelo melhor.
E mostra a garra dos Limas! :)

Vitor Veloso disse...

Amigo,
Pelo que leio vai ser uma grande jornada, vai correr tudo como planeia, estou convicto que sim.
Grande abraço

Luis Parro disse...

Grande Amigo Mário Lima,
Esta Já está e em Grande, Bem Durinha foi a Demanda!!!!!
PARABÉNS!!!!
Aguardamos a historia da prova!
Abraço
Luis Parro