17.10.11

Treino para a Maratona

14 anos depois, vou voltar a fazer uma Maratona. Seria no Porto como o ano passado o tinha referido mas, como não deu, será na de Lisboa que o farei.

O objetivo é o de ajudar um companheiro a concretizar um sonho, o sonho de fazer uma Maratona. Assim eu e outra companheira de estrada (Henriqueta Solipa) vamos fazer com que esse sonho se concretize.

Como levo sempre a peito tudo aquilo a que me proponho, delineei um plano de treinos baseado na última Maratona que fiz em 1995, adaptando consoante as necessidades e à minha forma atual (fraquinha diga-se de passagem).

Clicar na imagem

Naturalmente que não farei o tempo dessa altura, mas a intenção também não é essa. É o começar e acabar com o companheiro em questão. Até pode dar o caso de eu não aguentar e ficar pelo caminho, mas não vou pensar nisso, na altura logo se verá.

Aproveitando a 1ª Corrida do Sporting neste domingo, faria de Odivelas ao Estádio de Alvalade 5 km, a prova - 10km, e o retorno até Odivelas, outros 5 km, no total de 20 km para o tempo de mais ou menos 2 h.

Acabei por fazer 2h20'. Cheguei ao Estádio cedo demais, andei à procura do José Lopes para fazer a prova com ele mas no meio de tantas 'jubas' não o vi e comecei de trás pois para além de não ter dorsal não fazia sentido estar a 'empatar' quem tinha pago a prova e eu estar ali no meio a fazer número.

Tentando ver o José Lopes e encontrou-me o Carlos que também é Lopes. Foto: Carlos Lopes

Estive com companheiros do local de trabalho e fiz a prova na boa, que foi impecável exceto aquele início muito afunilado para tantos corredores.

Na partida. Foto: Leta Pais

Corri a prova até à entrada do Estádio e claro que não ia entrar pois naquele covil só entrava quem levava chip e dorsal. Dei meia-volta, estive por ali sempre correndo, vendo o pessoal a chegar.

Chegada ao Estádio. Foto:AMMA

Depois foi o regresso a Odivelas, ainda me 'apanhando' pelo caminho o José Magro e o Hamilton Dias que, depois da corrida, se dirigiam para casa... de carro!



Foi um bom treino!

P.S. - Uma observação. Não bebi uma única vez das garrafas distribuídas pela Organização. Levei sempre a minha do princípio ao fim como se pode ver pelas fotos. Não fazia sentido não pagar e usufruir de água que os outros companheiros pagaram. Para que se conste!

10 comentários:

Jorge Branco disse...

Treino planificado é outra coisa! Tenta convencer a Henriqueta disso!
Quando vejo essas planificações da maratona até me assusto ao lembrar-me o que eu treinava quando tinha a mania que era atleta!
Mas nunca necessitei de fazer treino de 35 km quilómetros, como a Henriqueta vai fazer. O segredo da maratona está na regularidade do treino e na sua qualidade e não nessas “tareias” de 35 km.
Mas o treino longo de 2 horas ao domingo (em jejum, só bebendo um copo de agua antes) era sagrado para mim.
Velhos tempos.

.JOSÉ LOPES disse...

Olá Mário

Bom treino a caminho da Maratona não sei subiste a Calçada do Carriche a correr(é duro)para baixo todos os santos ajudam.
Era para fazer esse treino mas não se proporcionou.
Tenho treinado durante a semana 10 km a 12 km e ao fim de semana já fiz em 3 Domingos 20 km.
Mas pelo teu plano vejo que não existe nenhum treino de 30 km uns dizem que é necessário outros mais experientes dizem que não.
Na próxima Corrida do Tejo estou a pensar em voltar para Algés a correr, vamos a ver se consigo.
Também tenho andado com uma dor nas costas que não passa ( coisas de velho:):))dá para correr mas está lá sempre uma pequena dor.(já ataquei com antinflamatório e reumongel) mas não passa.

continuemos a treinar

com os cumps J.Lopes

Mário Lima disse...

Jorge

Também não me lembro de fazer um treino de 35 km para a Maratona. Tenho um (e foi corrida) de 25 km em 1994 (quando fiz 2h57') que foram os 25 km do Jumbo.

A Henriqueta lá saberá a razão de fazer um treino tão longo. Eu também sou da tua opinião, "regularidade de treino e qualidade" são os requisitos, mas cada um sabe o que melhor lhe convém.

José

O treino inicial foi mesmo o de subir a Calçada de Carriche. Deixei o carro em Odivelas no sítio em que dali ao estádio de Alvalade perfazia os 5 km. Mas como quem sobe (não me custou nada subir)também desce, para lá até deu para fazer um 'sprint' para apanhar uns corredores que fizeram o mesmo que eu. É que eu nem mesmo a treinar gosto de ficar atrás.

:)))

Não esquecer que os últimos km da Maratona são sempre a subir e nessa altura vai-se precisar de muita força muscular pois já vamos 'massacrados' de tanto alcatrão.

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Que bom treino Mário! Não o vi...mas era tanta gente!

E fica registado que o meu amigo se infiltrou mas teve o cuidado de não estorvar e que não tocou em abastecimento oficial :) Muito bem! E teve muita companhia, acho que fez muito bem!

Eu paguei, usei a água e se calhar estorvei alguns, ah ah, mas acho que não, pois procuro sempre posicionar-me no meu nível ao contrário de pessoas que vão literalmente a caminhar o percurso todo e se posicionam no 1º quarto do pelotão na Partida!

E tive direito a entrar no covil (ah ah ah) e dei o mesmo direito ao meu querido pai que foi fotografar, devidamente credenciado (agradeço ao Carlos e ao Zé, da AMMA), e sabe até para uma BENFIQUISTA de alma e coração, gostei MUITO de todo aquele ambiente no Estádio, onde já corri quando ainda existia a pista de Atletismo, era eu uma criança de 8 ou 9 anos)

BEijinho Mário e bons treinos para a Maratona - só para corajosos, grupo do qual me excluo por ora...

Anónimo disse...

Olá amigo Mário.Depois do que te aconteceu no Grande Lago, de certeza que, com convicção, querer e força de vontade, vais mais uma vez triunfar. Uma maratona é sempre o limite. Daqui do Porto eu irei dar-te uma força. Prá frente Mário!!! Dia6/ll láestarei à partida na Maratona do Porto.Sou totalista na Maratona e até tenho direito a partir juntamente com os crakes (quenianos,etc.), e, claro,com o Fernando Santiago (outro craque). Esta semana vou fazer o último treino longo (30 Km) e na última semana, muita massa. O resto é só rolar.
Até lá continuação de bons treinos e um grande abraço.Fernando Paiva

António Almeida disse...

Companheiro
como sempre és um exemplo de saber estar nas corridas, também na vida com toda a certeza, uma implica a outra.
Com muita pena minha muito provavelmente não poderei estar na linha de partida da maratona de Lisboa logo agora que regressas à distância.
Abraço amigo

JoaoLima disse...

Força Mário!
Também vou estar na partida para a Maratona... mas páro ao fim de 10 kms pois vamos fazer a Maratona por estafetas.

Mas um dia... hei-de também fazer uma!

Tudo a correr pelo melhor!

Henriqueta Solipa disse...

Ups!

A informação que me foi dada algures por alguém é que seria bom experimentar pelo menos 1 vez fazer 35kms e só assim saberíamos como nos íamos sentir a fazer a Maratona.

Claro que este ano não poderei por a situação nesse pé pois já fiz a Maratona o ano passado, mas o Jorge Almeida está muito "fresquinho" e até mesmo nos nossos treinos "caseiros" ele falta. A ideia era ver o que ele aguentava.

Errado?

O Jorge Branco já comentou comigo esta semana a opinião dele.... eu ouvi, mesmo! Vou tomar em atenção a vossa experiência e falar com o Carlos e o Jorge.

Mário, continuação de bons treinos e conto estar contigo e o José Lopes a fazer esta Maratona.

Beijinho

João António Melo disse...

Olá Mário, estiveste (por fora) na corrida do Sporting e aproveitaste para fazer um treino para a maratona. Fizeste muito bem, mas deste uma bicadazinha das tuas, pois...logo trajado de vermelho ;)))
Ando tentado a inscrever-me também para a maratona de Lisboa e experimentar essa longa distância. Pena ser tão caro, pois agora já são 30 euros. ainda estou para decidir. bons treinos. Um abraço!

Anónimo disse...

Viva Mário!
Primeiro que tudo bom regresso à distãncia mítica da Maratona!Quanto à questão do treino de 35kms a "minha" opinião é que é um treino exagerado.Não ultrapasso os 30Kms em treino longo.Já fiz várias experiências em treinos longos como por exemplo 4treinos de 30Kms para Faro no ano passado e acabei por entrar em cansaço resultado 3:42m(depois vei o Porto e Lisboa ,mas já sob a orientação do Prof. Mário Machado e melhorei os tempos mesmo com mais duas maratonas num mês.Mas era o dessafio das 3 Maratonas em 2 meses.Outro exemplo este ano não fiz mais que um teino de 30 kms para a maratona de Paris em Abril e resultado 2h57m.Deixo-te assim aqui aminha partilha ,mas claro está que cada um adapta conforme se sinta melhor.Mas sempre cuidado com os exageros.Desejo-vos uma Óptima Maratona.Um Abraço do amigo FERNANDO SANTIAGO