27.4.12

35ª Corrida da Liberdade



Mais uma vez participei nesta Corrida que sendo alusiva a uma data que muito diz a quem pela Liberdade lutou, seria de esperar uma maior adesão.

Partida, como tem sido nos anos antecedentes, no R.E.1, posto de comando da Revolução de Abril, e a meta nos Restauradores teve, este ano, a participação do "GRUPO MOTARD FOGE COM ELAS".

Pela primeira vez não tive direito a cravo. Ou efeitos da crise ou porque cada vez mais os cravos da Revolução estão murchando e já não há cravo que resista a tanto despudor político que, cada vez mais, afunda este país de Abril no lamaçal dos interesses dos que comem tudo e não deixam nada.

Uma prova feita em bom ritmo, com um bom registo, também devido ao facto de tentar ajudar um companheiro a bater o seu record pessoal aos 10km, o que conseguiu em parte pois a distância de 11km não estava bem aferida.

Enquanto isso, o povo continua sereno e, com essa atitude, ajudar o grande capital a 'matar' a Revolução.

5 comentários:

Jorge Branco disse...

Foi um prazer rever-te!

Anónimo disse...

Companheiro
não devemos ter estado na mesma prova, pelo menos não te vi, é que aquela em que eu estive teve uma forte adesão que obrigou mesmo a organização a permitir que muitos corresem sem o dorsal e não esquecer que houve mais que aqueles que partiram da Pontinha, quanto aos cravos como habitualmente foram dados no interior do quartel.
Uma grande manhã de abril.
Abraço.
António Almeida

Vitor Veloso disse...

Viva á Liberdade...

Sérgio O. Sá disse...

Parabéns pelo "post" e pelo significado simbólico da G3 sobre a Bandeira das Quinas. Mas a REVOLUÇÃO perdurará, como a utopia, e a Pátria sobreviverá, porque os ideais de Abril mantêm-se vivos. Os cravos vão-se desfolhando, mas outros despontam a cada dia que passa. Temos é de saber cuidar deles.
Enquanto uma gaivota voar, cá estaremos para dizer PRESENTE, se for preciso...
25 DE ABRIL SEMPRE!
Cordiais saudações.
S. O. S.

Filipe Fidalgo disse...

Companheiro,
Gostei de te rever, tens razão quando dizes que podiam ser mais, muitos mais aqueles que podiam correr pela data da Revolução, mas enfim o povo resignado sai enganado. Mas falemos de Corridas que ainda nos dão ânimo. Espero que tenham conseguido obter um bom tempo aos 10km conforme era o obejectivo.

Grande ABraço