23.2.14

V Trail de Conímbriga Terras de Sicó

Ia participar pela 5ª vez nesta prova. O ano passado por motivos de saúde fiz a prova mais curta, mas este ano decidi-me fazer os 50km.

Com horários de serviço que coincidiram com a prova o descanso não era muito mas, na hora aprazada, lá estava eu pronto para a aventura.

Foto: Joaquim Adelino

Foram muitos quilómetros em trio, eu, Fernando Paiva e filha. Depois de Conímbriga e atravessada a ponte romana sobre o rio dos Mouros, já não fomos diretamente em direção à Aldeia do Poço. Novo trilho que o aumento da quilometragem assim o obrigou. 10km depois voltamos ao trilho já meu conhecido com algumas variantes. Tinha chovido bastante durante semanas, havia muita lama e as pedras estavam escorregadias o que tornava o percurso difícil e penoso.

O Paiva foi ficando para trás e a filha adiantou-se. Ia sozinho e perto dos 21km bato numa pedra em terreno sem dificuldade mas pedrogoso caio tendo provocado uma ferida profunda no polegar da mão esquerda oque levava a máquina fotográfica, escoriações numa perna e uma micro-rutura na perna esquerda. Nas ruínas romanas do Rabalçal fui assistido pelos bombeiros e depois de um spray na coxa decidi continuar. Subo às eólicas aos 29 km com abastecimento, onde decido ficar por ali.


A filha do Paiva agurdava pelo pai que já vinha em dificuldade. Peço ao amigo Tomé para colocar mais um pouco de spray e continuo dizendo que ia devagar para que o Paiva me pudesse apanhar para continuarmos os três.

Fui correndo e olhando para trás e nada do Paiva e filha. A poucos km's encontro a Analice e vou com ela...


Mais subidas e descidas e eis as "Buracas de Casmilo"...


A partir daqui o terreno tornou-se perigoso com muita lama e em declive. Um passo em falso e lá íamos pela vereda abaixo. Vou ajudando a Analice a ultrapassar os obstáculos e chegámos à Aldeia de Casmilo que estava em festa. Estavam eles mas eu estava completamente esgotado e foi ali aos 40km a 10 do fim que desisti.

Fui transportado para Condeixa e recebi tratamento na tenda dos bombeiros à rutura tendo entrado em hipotermia. Depois de um banho bem quente fiquei restabelecido e os 50km ficam para o ano.

Mais fotos



Sem comentários: