29.12.12

S. Silvestre de Lisboa - 2012


Sweet Sounds Band

Para acabar o ano, voltei a participar na S. Silvestre de Lisboa.

Foto: Luis Parro

Esta participação tem como única finalidade, o desejar a todos os companheiros um Bom Ano e nada melhor para isso que um bom convívio inicial.

Foto: Henriqueta Solipa

Inicio da prova e com parte do grupo acima fui fazendo o primeiro km. Com a Henriqueta Solipa adiantamos ao grupo e perto do Terreiro do Paço deixei de a ver. Soube mais tarde que tinha sido empurrada por um outro atleta, se calhar com pressa de ir à missa, o que lhe originou uma série de hematomas e um joelho em mau estado. No "Campo das Cebolas" ainda fiquei ali parado a tentar ver se a via, mas foram passando tantos atletas que pensei tivesse para a frente e eu não tivesse reparado.

Fui acelerando, passo pela Mónica Miguéis, a qual acompanhei durante um pequeno período. Juntei-me ao companheiro José Marques que, de vez em quando, treina comigo e foi com ele que subi a Avª da Liberdade. A caminho do Saldanha fui perdendo um pouco de gás e o José adiantou-se.

Contornado o Saldanha e como a partir daí é a descer, foi sempre a dar-lhe até cortar a meta nos Restauradores.

Tempo chip: 00h52'38''

  • Classificação Geral









  • 9.12.12

    Maratona de Lisboa - 2012

    Para memórias futuras.

    Nesta fase onde a escrita nada trás de novo, cingir-me-ei à prova em si sem muitas delongas.


    Sem grandes treinos aventurei-me na Maratona, última feita nos moldes atuais.

    Sendo a 6ª em alcatrão e sem pensar em tempos mas sim acabar, formei com o Vitor Veloso e Filipe Fidalgo um terceto e depois quarteto com a inclusão do Luís Parro.

    O quarteto já no retorno. Foto: Fábio Dias

    Km percorridos sempre em boa disposição e uma arreliadora dor no joelho direito ia-me limitando tentando a todo o custo acompanhar o grupo o que aconteceu até perto dos 33 km. A partir daí fui perdendo terreno.

    Sem nada a perder ou ganhar, percorri literalmente os últimos km sozinho. Andando aqui e ali na subida da Almirante Reis até ao Areeiro, fui depois recuperando acabando em bom plano com 4h08'09'' tempo chip.

    Perto do Estádio. Foto: Isabel Almeida

    Dentro do Estádio. Foto: Nelson Barreiros

    A finalizar a Maratona. Foto: Foto Finish

  • Classificação Geral




  • O nº do dorsal está mal. O meu nº era o 1874 e não este que está no diploma.