27.5.09

Correr na Praia

No Domingo, dia 24 de Maio, efectuou-se no areal da Costa da Caparica a 1ª Meia-Maratona na Areia e, juntando o útil ao agradável, uma prova em simultâneo para Caminheiros na extensão de 10 km organizada pela Associação Mundo da Corrida.



O que dizer sobre uma prova que já está mais que escrita por outros companheiros de corrida nos seus blogues?!

Eu que já ando neste mundo de corridas há muitos anos, verifico que agora se abre um mundo novo no companheirismo e no reconhecer alguém através desta nova forma de comunicação que são os blogues.

Devido a isso, é salutar verificar os momentos de encontro daqueles que só se conhecem através desta forma e passam a conhecer-se ao vivo e a cores. Assim aconteceu com o Fábio, ele à procura de ver um boné azul e eu sem ele, mas mesmo assim o reconhecimento foi recíproco, com o António Almeida e família que também só os conhecia pelo blogue. Do Pára Joaquim Adelino e da filha Susana não foi necessário pois já os conheço há muitos anos do CCD de Loures.



E assim se fazem novas amizades, trocam-se ideias e conhecimentos, há uma nova forma de convívio, que não só correr, receber e partir.

E foi tudo isto que aconteceu na prova do Domingo, com uma organização magnífica, com uma simpatia de quem ao meio e fim da prova nos recebia na zona de abastecimentos, só um senão que foi a falta de uma placa informativa de viragem aos 5 km para os Caminheiros, o que originou a continuação de muitos para além do retorno, eu e o Hamilton, irmão do Fábio, como viramos no sítio certo durante alguns km fomos os primeiros.

Depois apareceu um Caminheiro que são dos tais que devem estar sempre em 1º, dormindo ao relento, para a inauguração do metro do Porto, do Dolce Vita da Amadora, da pastelaria lá do sítio do pica-pau amarelo, que não gostou de ver outros no lugar que julgava ser seu e foi desagradável na forma como exprimiu o seu desconforto. Claro que lhe disse para me esperar à chegada para lhe tirar a areia dos sapatos só que ele achou por bem levar a areia para casa, antes que para além da areia outras limpezas no corpo levasse. Tanta estupidez junta num corpo tão franzino.

Fora este pequeno percalço, eu e o Hamilton lá fizemos os 10 km, tendo eu fraquejado na parte final, pois o peso já é muito (pesava há 4 anos 70 kg e agora vou com 83) e foi um erro termos ido para a areia solta quando ainda faltavam muitos metros para o final da prova. Mas com o incentivo do Hamilton lá acabamos a prova juntos.

Mas a prova foi um espectáculo, é de continuar e a organização está de Parabéns. Parabéns também a todos os participantes (excepto ao que nos ofendeu) e a festa foi linda pá!... Aquela serpente sinuosa pelo areal da Costa é uma comunhão perfeita entre o Homem e o Mar.



Dicas


Como previa, os últimos atletas apanharam já a maré em fase de enchimento mas, se na areia nada há a fazer ao facto de correr em plano inclinado, a não ser que corra pelo mar, já na estrada temos o dever de não cair em erros crassos destes e não correr nas bermas da estrada. Se são poucos metros não vem nenhum mal ao mundo mas quilómetros como eu vejo, vai provocar problemas na coluna devido ao desequilibro que oferece uma perna que vai para a parte mais baixa da estrada e a outra que fica na parte mais alta da mesma.

Por isso nunca é demais lembrar que numa estrada com declive acentuado na berma, a melhor corrida é pelo meio. É o que faço e chamo a atenção a outros corredores para fazerem o mesmo, mas isto depende sempre de quem recebe a mensagem. Há quem continue e por mim tudo bem! Cada um sabe de si...



Fotografia: Isabel e a pequena Vitória Almeida
Montagem da dica: Mário Lima

4 comentários:

JOSÉ LOPES disse...

Olá Mário
Parabéns mais uma prova.

Passou-me essa prova de 10 km senão também tinha ido.
Li que era uma caminhada.

Essa de correr no meio dos caminhos e estradas já aprendi com os meios erros e dor de costas.
Na Ecopista há alguns caminhos ligeiramnete inclinados.


Saudações desportivas
J.Lopes

António Almeida disse...

Amigo Mário
afinal parece que ainda haviam palavras (e das boas) para serem ditas, gostei muito deste teu relato.
A família ficou feliz por te conhecer, muito agradável aqueles momentos antes e depois da prova, também com a Joaquim e com as Susana.
Abraço.

Fábio Pio Dias disse...

Olá Mário!

Aí está o Mário ao seu melhor nível, com um relato simples e esclarecedor, da corrida na areia.

Mais uma vez seja bem-vindo ao mumdo da corrida e blogosfera,para criarmos um espaço de amizade e enriquecimento.

Também gostei da prova, pena foi o incidente com o atleta , que queria ficar à vossa frente ...há sempre "artistas"!


Apesar das eleições, a Corrida do Oriente, irá permanecer inalterada, e é uma prova das mais bem organizadas com muinta actividades extras e no final oferecem uma caneca da Vista Alegre!

Site alternativo da corrida do oriente onde pode descarregar o boletim de inscrição:

http://www.paroquia-navegantes.org/public/portal/index.php?option=com_content&task=view&id=166&Itemid=2.

Um abraço e até breve!

joaquim adelino disse...

Olá amigo Mário.
Isto do computador tem estado complicado, se persistir eu depois explico por mail. Por agora quero dar-te os parabéns por tudo, pela corrida, pelo tempo conseguido (apesar da barriga), pelo companheirismo e pela forma simpática com te vais integrando neste grupo de amigos que se exprimem aqui na blogostera a sua paixão pelo Atletismo.
Em boa hora decidiste criar o teu espaço, (pena ele estar sempre lá no fundo), é uma mais valia para todos nós e certamente o horizonte trará muitas coisas boas, nomeadamente muitos e bons amigos.
Sobre a prova, olha estou pronto para outra e quase me atrevia a desafiar-te para ires ao Trail Melides/Tróia no dia 26/7.
Agora vamos encontrar-nos em Sacavém dia 31 deste mês, vê lá se apareces.
Abraço.