27.9.11

Meia-Maratona de Portugal

O ano passado tinha ficado com a vontade de não voltar a fazer a Meia-Maratona de Portugal. Não faz sentido, esperar tanto tempo em cima de uma ponte, para corrê-la só em 3 km.

Voltei lá este ano e voltei a ter a sensação de que pró ano lá não voltarei (mas ‘Nunca digas nunca’ já assim o diz o filme de 1983 do James Bond). Sinto que já nada me impele para este tipo de prova. Temos os amigos, temos o Tejo por baixo, temos uma organização impecável, mas é sempre o mesmo. Alcatrão mais alcatrão, muda-se o percurso e é sempre tudo tão igual que incomoda.

Na Ponte com Vitor Veloso, António Almeida e Pedro Ferreira. Foto: Luís Parro

Este ano tive mais uma agravante, percorri a maior arte do percurso com os pés numa lástima. Bolhas de água e de sangue, nos dedos, na planta dos pés que me obrigava a correr com o pé de lado e ninguém consegue correr assim 21 km. Tive que andar, e muito, só porque desistir não faz parte do meu léxico.

Até aqui ainda não ia mal. Foto: Joaquim Adelino

O problema será das meias (já tinha efetuado provas curtas com elas e nada disso aconteceu), não vejo outra razão. Tinha colocado pomada nas zonas de fricção mas de nada valeu.

Com o Carlos Coelho no final. Foto: José Melo

Comecei bem, acabei mal. Agora só me falta recuperar das mazelas e domingo estar pronto para subir e descer no Alqueva. Aí sim, mesmo sofrendo, olho em redor e nada é igual.

Classificações

6 comentários:

JoaoLima disse...

Força para domingo, amigo Mário!

.JOSÉ LOPES disse...

Olá Mário
Todos os anos dizemos isso "para o ano não vou" e depois parece que somos "levados" a inscrevermo-nos, deve ser da comunicação social :):)

Esta prova como tu dizes tem diversas condicionantes exteriores à corrida que nos dificulta bastante o rendimento.


A seca da espera é uma delas

Como essa ideia da partida no Samouco, daria de certeza a esta prova outra atração.

continuemos a correr
com os cumps
J.Lopes

.JOSÉ LOPES disse...

Boa corrida em Alqueva

Carlos Lopes disse...

Boas Mário

Senti o Grito...

Parabéns por mais esta participação.

Henriqueta Solipa disse...

Mário....

tenho a certeza que para o ano lá nos encontraremos outra vez :-)

Tu sem bolhas e eu sem puxar a "carroça".

As melhoras, beijinho

luis mota disse...

Amigo Mário
Bela Prova a da Ponte VG. Antigamente era considerada das mais caras, agora entra na normalidade tal é o valor que pedem nas provas. As mais baratas andam nos 15 € mas depois o normal já são os 20 com almoço. O que é mais extraordinário é que esgotam as inscrições!