6.11.19

A corrida e o sal

101km, Ronda. Um nosso companheiro acompanhado da mulher, aos 65 km começa a desfalecer. Estavam no meio do nada e no meio de tudo, mas ao corpo em desfalecimento faltava o essencial... Sal. O esforço tinha sido muito, o tempo quente, a sudação extrema e a falta de sanilidade no corpo fazia com que esse nosso companheiro estivesse a passar um mau bocado.

No meio do nada surge uma casa. Dirigiram-se para ela e pediram à pessoa que lá morava, sal. Claro que o sal foi acompanhado de água e as cores vieram a este nosso amigo.

Ultra Maratona Melides/Tróia. O desespero de um participante levou-o a beber água do mar.

Eu nos 50 km do TNLO. Tinha levado a minha garrafa com a minha 'limonada' (um litro e meio de água, um pouco de sal, sumo de meio limão e um pouco de açúcar ou mel) e lembrei-me que, durante o percurso para Óbidos, na conversa com a Analice, não a tinha bebido. Perto dos 25 km começou a dar-me cãibras e passei um mau bocado. Felizmente levava no meu camelbak essa mistura e acabei a prova.

"O sal está naturalmente presente em alguns alimentos, como a carne ou o peixe, mas também pode ser adicionado aos alimentos como fazemos na nossa cozinha.

O consumo de sal para uma pessoa saudável não deve ultrapassar as 5g diárias. Contudo, esta quantidade tem de ser aumentada quando um atleta enfrenta uma prova longa e com muito calor ou umidade. Em provas mais pequenas, não há a necessidade de reposição de sódio, a não ser que o atleta não ingira água suficiente.

O nosso organismo perde cerca de 0,5 a 2,9g de sal por cada litro de suor, que é nada mais, nada menos, que água salgada. No que respeita à desidratação, alguns estudos apontam para uma redução de 30% do rendimento físico quando há uma desidratação de 3%. Esta redução faz com que o atleta se sinta muito mais cansado numa prova com muito calor e, por vezes, associado a este sintoma surge a hiponatremia (redução drástica dos níveis de sódio no sangue)."

Daqui:

https://corrernacidade.com/sal-porque-e-que-e-tao-importante-para-507112

Depois de uma prova longa, deve-se comer com um pouco mais de sal para repor os níveis de salinidade no corpo... e é isso que faço.

Foto: "O Mundo da Corrida" - a acabar os 50 km UTNLO - 2012

Sem comentários: